sábado, 12 de fevereiro de 2011

Verdadeiro papel

 


Muitas vezes nós só lemos a bíblia por ler. Estamos lendo, mas não prestando atenção no que estamos lendo, na verdade. E quando a gente para pra prestar atenção e entender aquela passagem, nós somos confrontados com muitas coisas dentro de nós. E nesses dias eu tenho pensado muito sobre o meu real papel como cristã, se eu o estava cumprindo seriamente, ou só brincando de ser crente. E eu me surpreendi, aliás, venho me surpreendendo há muito tempo em como eu, você e todo ser humano pode fazer as coisas meio ‘’inconscientemente’’. Se enquadra nisso a questão de vir a igreja, sentar no banco, ouvir a palavra do pastor, ler a bíblia, cantar, escutar o professor falando na escola dominical e até estudar a lição em casa... mas e ai? A mudança que a nossa vida deveria ser por conta disso, realmente é? A gente tem demonstrado a mudança que Deus quer que nós sejamos?
Deus me mostrou que só basta à gente querer O ter na nossa vida, pq a gente o ignora tanto, nós só queremos a parte boa do ser cristão, mas e o ‘’levar a minha cruz’’ onde fica? Será que nós já paramos pra pensar no que significa ser cristão? Crente, não é aquela pessoa que vem na igreja toda semana, ora antes de dormir e tem uma bíblia em casa. Cristão deriva da palavra Cristo, e nos leva a pensar o que? Que no mínimo temos que ter as características de Cristo para sermos cristãos. Hoje em dia existem muitos grupos e tribos que seguem um tipo de pessoa, os discípulos do rock, que se vestem e fazem coisas que seus artistas prediletos fazem, aquela modinha dos coloridos também.. e há anos atrás existia o ícone Marylin Monroe, que todas as mulheres da época queriam ser iguais.. e se pararmos pra pensar, quantos crentes hoje em dia querem ser igual a essa gente? Querem se vestir igual, portar igual.. e eles são humanos tão falheis como a gente! Nós pertencemos ao grupo ‘’Cristão’’ e o nosso grande ícone é Cristo, por fazermos parte desse grupo não seria lógico todos nós tentarmos ser ao máximo parecidos com Jesus? Em tudo? Deus diz que quem quiser servi-lo tem que carregar a sua cruz, assim como Cristo carregou. Cristo foi um radical, tanto foi que ainda hj é lembrado, dois mil anos após sua crucificação. Sua passagem na terra deixou as mais belas marcas e até hoje ele modifica vidas, e nós temos que nos sentir orgulhosos por isso, por fazermos parte da família daquele que foi o mais radical de todos os tempos e segui-lo! E eu me deparei com a seguinte pergunta: Será que eu realmente estou exercendo o meu papel como seguidora de Cristo? Será que quando eu professei minha fé na frente de toda a igreja presbiteriana de mambucaba e na frente de Deus, eu não estava sendo hipócrita? Se seguir a cristo for só vir na igreja e participar das programações me desculpe, mas eu não quero ser crente então. Jesus não me libertou pra que hoje eu ficasse calada, guardasse só pra mim. Quando a gente descobre algo maravilhoso nós não logo mostramos ou contamos pra alguém? Então por qual motivo guardar só pra si um dos maiores tesouros que um ser humano pode ter, que é o amor de Cristo dentro o coração?

‘’Porque eu, mediante a própria lei, morri para a lei, a fim de viver para Deus. Estou crucificado com Cristo; logo, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim; e esse viver que, agora, tenho na carne, vivo pela fé no Filho de Deus, que me amou e a si mesmo se entregou por mim.’’
Gálatas 2: 19-20

3 comentários:

  1. Cara que texto looko *-*,espero que DEUS nos incomode para sermos cristãos em todo o momento,que a gente acorde e esteja disposto,DEUS te abençoe Arlene.

    ResponderExcluir
  2. Sim Vini, nós precisamos de cristãos DE VERDADE!
    Obrigada, que Deus te abençoe grandemente =)

    ResponderExcluir
  3. Seja bem-vindo ao UBE. Gostaria de ser seu amigo.Pode acompanhar as minhas notícias e se tornar membro do meu blog no:
    http://radiopentecostal.blogspot.com/

    Qualquer coisa estamos por aí.

    Marivan.

    ResponderExcluir